Moedas digitais, qual será a criptomoeda da vez?

O artigo objetiva o leitor refletir sobre as criptomoedas, tomando como base a valorização e desvalorização da bitcoin no ano de 2016 e 2017. Também chama a atenção do leitor para analisar qual das moedas citadas estão na fila para a valorização.

  No ano passado as moedas digitais, também chamadas de criptomoedas, foram as mais anunciadas em noticiário de economia e investimento. A bitcoin teve uma valorização fenomenal saindo em janeiro de 2016 com a cotação em dolar na casa de US$ 910,00 e saltou em 12 meses chegando a cotação de US$ 16.000,00. Realmente essa foi uma valorização que poucos esperavam, mas como também era de se esperar, atualmente a bitcoin encontra-se com a cotação na casa de US$ 8.100,00. A queda desta moeda digital deixou muitos investidores atordoados, mas este é um risco não só da moeda bitcoin, mas todas as moedas digitais estão sujeitas a variações.

Com o sucesso da bitcoin, mesmo depois de cair a sua valorização pela metade, as outras moedas digitais estão na fila aguardando para valorizar tanto quanto. Resta saber qual delas será a sucessora, ou a que se igualará a bitcoin. As seguintes moedas digiais: Litcoin, Ethereum, Ripple, a bitcoin Cash e Lisk já estão enfileiradas, mas quem vai definir a largada será o investidor, ou seja, a aceitação delas no mercado, e mais investidores.

Imagine você comprar uma moeda digital dessas a preços irrisórios, coisas de alguns reais, e no decorrer de um ano, ou um pouco mais, essa mesma moeda digital valorizar 3000%. É, isso é possivel, pois a a bitcoin valorizou mais do que este percentual. Para tanto, como eu já tinha mencionado em outro artigo, “o investidor deve der sangue frio e preparar-se para a enxurrada de adrenalina ao invesitir em qualquer criptomoeda”, aliás, há quem diga que moedas digitais não se trata de investimento, será?

Uma observação importante: Em 2017 por consequência do sucesso da bitcoin, a palavra “bitcoin” foi uma das mais buscadas na lista de notícias globais nas pesquisas do buscador do Google em 2017. Muito mais do que buscas que normalmente achamos com muita frequência nos buscadores da internet, por exemplo: o ramo de dinheiro, negócios, cosméticos, alimentação, suplementos, e principalmente saúde e estética. A exemplo deste último, a busca de “Como Eliminar Celulite” foi muito achada nas pesquisas deste ramo, inclusive existem vários sites específicos que comercializam produtos neste sentido, como o exemplo a seguir:
<a href=”http://comoeliminarcelulite.com” target=”_blank”>Como Eliminar Celulite</a>

Só não sabemos se estes produtos podem ser comprados com a bitcoin, quem sabe talvez este seja um assunto para o próximo artigo rs..rs..

Matéria – www.administradores.com.br

Parceiros – live ProduçõesClube do HipismoMAVThaty Aulas